Vamos falar sobre relatórios financeiros?

Para quem tem uma escola ou instituição de ensino, o gerenciamento das finanças pode ser um grande empecilho. Quando pensamos em uma gestão educacional de excelência, raramente nos deparamos com assuntos como administração financeira e estratégias de mercado. Isso porque o foco geralmente está na qualidade dos diferentes modelos de ensino e na captação de novos alunos.

Porém, assim como qualquer empreendimento, um centro educacional também precisa ter um bom planejamento financeiro – e uma boa maneira para fazer isso é através de relatórios financeiros precisos que possam contemplar as saídas e entradas de rendimento para que você possa oferecer uma docência de qualidade em todos os âmbitos.

Nesse sentido, separamos algumas dicas para ajudar você a elaborar relatórios financeiros e ter mais controle sobre a gestão da sua escola. Confira:

  1. Priorize os gastos

O primeiro passo para ter mais controle sobre os gastos da sua instituição de ensino é colocar na “ponta do lápis” todos os gastos prioritários, desde os mais simples e estruturais, como energia, luz e internet, até os de funcionamento interno, como salários de professores e demais funcionários.

Além disso, esse também é o momento de planejar financeiramente as mudanças mais importantes. Novos equipamentos para as salas de aula, mais livros para a biblioteca, reformas no pátio, contratação de novos funcionários: todas essas necessidades precisam ser colocadas em ordem de prioridade.

2. Seja realista 

Vamos ser sinceros: na hora de elaborar um relatório financeiro, é natural do ser humano ter uma tendência para “maquiar” as contas, despesas e receitas. Esse é um vício bastante comum, mas que precisa ser evitado para ter mais qualidade no controle das finanças da sua IE. 

Tente enriquecer seu relatório com o maior número de detalhes possível. Se, por exemplo, você teve uma emergência ao longo do mês com algum reparo, é importante considerar esse tipo de gasto no caixa para que no futuro não seja necessário se preocupar com essa situação.

3. Planeje-se para cenários de dificuldade

Como dito anteriormente, imprevistos acontecem e são mais comuns do que imaginamos. Além disso, se você deseja que sua escola ou instituição de ensino cresça, é preciso ter uma reserva de dinheiro para que ela possa prosperar. 

Powered by Rock Convert

Lidar com essas eventualidades sem desespero é uma dádiva que só pessoas que economizam sabem como é. Comece a criar essa mentalidade mais estruturada e planeje bem seu orçamento para os possíveis incidentes. 

>> Confira aqui três dicas infalíveis para diminuir a inadimplência em sua instituição de ensino << 

4. Corte gastos desnecessários

É impossível prever exatamente qual será o retorno futuro exato dos investimentos que são feitos numa instituição de ensino. Mas para não passar nenhum sufoco e ter o caixa da sua escola mais controlado, é interessante prever uma média e evitar gastos sem necessidade. 

Na hora de planejar seu relatório financeiro mensal, fique atento para os investimentos que não valem a pena. Na maioria das vezes são apenas supérfluos que não compensam o preço que têm e que não vão angariar muitos resultados para a melhoria da educação da instituição de ensino. 

5. Conte com uma plataforma eficiente de emissão de mensalidades

Talvez a parte mais complicada para você como gestor financeiro de uma escola seja a emissão e controle de mensalidades, e a consequente inadimplência que dificulta o controle mensal do que entra e do que sai no caixa. 

Com um sistema automatizado de mensalidades efetivo é possível não apenas cobrar as mensalidades de maneira mais automática, mas ter mais controle dos clientes que estão inadimplentes, das parcelas atrasadas e das mensalidades que estão por vir.

É para isso que nós estamos aqui: para te ajudar com a parte mais chata e burocrática do processo de emissão de mensalidades. Com o uso de uma plataforma como o PLI, é possível descomplicar essa realidade e deixar tudo muito menos difícil do que parece – especialmente na elaboração dos relatórios financeiros. 

Vamos conversar sobre o recebimento de mensalidades da sua empresa?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 + três =