Como manter uma boa taxa de permanência de alunos na sua instituição de ensino

Em breve começa o segundo semestre letivo das instituições de ensino – e, mais uma vez, já é hora de preparar os alunos para as matrículas para o próximo ano, bem como captar novos estudantes. Se você é gestor de uma IE, sabe o quanto é essencial manter os níveis de permanência na escola estáveis, evitando a transferência ou a evasão escolar. 

Esses dados podem facilmente ser comprometidos pelos mais diferentes motivos que devem ser analisados ao longo dos anos letivos, como por exemplo quando os responsáveis optam por não investir mais na educação do filho para priorizar uma entrada precoce no mercado de trabalho para ajudar no sustento da família. No caso análogo, um trabalho de conscientização da importância da educação se faz necessário.

Confira algumas dicas que separamos para que você, enquanto gestor de uma instituição de ensino, mantenha um número ideal de permanência do corpo discente para o próximo semestre letivo:


1. Exponha com clareza os detalhes da instituição já no momento de matrícula

Quando um estudante entra em uma instituição de ensino, é natural que ele queira concluir o curso. Porém, por uma série de motivos, pode ser que ele se desligue da instituição – seja por motivos financeiros, ou por transferência para uma escola que tenha mais afinidade. Para evitar que isso ocorra, é essencial expor com objetividade todos os preceitos da instituição, tais como infraestrutura, métodos de ensino e políticas de pagamento.

Ao mostrar o panorama inteiro para futuro discente, ou para os pais ou responsáveis, diminui a possibilidade de evasão ou transferência, pois alinha as suas expectativas à realidade da instituição e, assim, tem mais possibilidades de concluir o curso ou a etapa escolar em questão.

2. Invista em boa comunicação

Cada vez mais as mais novas gerações de alunos estão mais conectadas e informadas, especialmente com o advento das redes sociais digitais. Por isso, na era da informação, investir em boas redes de comunicação, tanto entre os estudantes quanto com os pais e responsáveis, é mais do que importante: é primordial.

Adaptar-se à nova realidade, fomentando uma comunicação mais dinâmica e menos “engessada” – evitando principalmente chamadas telefônicas infinitas ou e-mails marketing pouco efetivos, são maneiras de aproximar os alunos com a realidade da própria escola.

Usar a internet ao seu favor, por exemplo, é uma ótima ideia. Criar páginas, grupos e perfis em redes sociais que possam ajudar a gerar interação, por exemplo, é uma estratégia que pode trazer resultados positivos na permanência de estudantes.

Por outro lado, é super importante não deixar de atendê-los de maneira adequada fora do ambiente digital, em feiras e eventos que envolvam a comunidade escolar como um todo.

Powered by Rock Convert

3.   Individualize as necessidades da cada aluno

Uma necessidade muito comum dos alunos em qualquer instituição de ensino é saber que eles têm voz, e que estão sendo ouvidos. Por isso, é muito importante que os estudantes estejam e sintam-se representados, como um grupo e também individualmente.

Muito além de apenas criar um canal de ouvidoria acessível para todos os alunos, é essencial que toda a equipe – inclusive a direção – esteja alinhada no sentido de ouvir e trazer soluções para os problemas que os alunos trazem. 

É preciso preparo para lidar com questões como preconceitos e bullying de modo acolhedor e com respeito, afinal boa parte desse corpo discente passa boa parte de seus dias dentro do ambiente educacional. Sendo assim, construir um espaço receptivo é o mínimo que um bom gestor deve fazer.

4. Examine as razões pelas quais sua IE está perdendo alunos

Em geral, em um primeiro momento, os motivos que levam os estudantes a pedir transferência passam despercebidos pela gestão escolar. Por conta disso, é fundamental conhecer quais são esses outros espaços para onde os alunos estão evadindo como uma maneira de conseguir obter insights e mudar a dinâmica da sua própria instituição de ensino.

Além disso, algumas outras questões podem ser aprofundadas nessa análise, como os diferenciais oferecidos pelos outros colégios, a estrutura física, o plano pedagógico, as estratégias de comunicação e de relacionamento, dentre outros artifícios que poderiam facilitar a vida como gestor da sua IE.

5. Confie em soluções tecnológicas para modernizar a sua instituição

Hoje em dia é impossível negligenciar o valor das soluções tecnológicas na hora de administrar qualquer empresa. No caso de colégios e demais instituições de ensino, isso não é diferente. Isso não porque a tecnologia diminui a quantidade de trabalho que você teria caso essas soluções não existissem, mas porque ela diminui a quantidade de horas que você perderia em apenas uma pendência para minutos. 

E isto não é bom apenas para você enquanto gestor, mas também para os pais e responsáveis que podem ter maior facilidade de acesso a espaços da instituição que antes pareciam não ser tão acessíveis. No caso das mensalidades, por exemplo, contar com uma plataforma que possa contabilizar o número de alunos ao invés de usar planilhas e mais planilhas é uma ótima solução para diminuir a taxa de evasão e transferências da sua IE.

Com o PLI, uma plataforma que automatiza o seu recebimento de mensalidades de maneira a simplificar a sua vida, você pode investir na tecnologia necessária para poder administrar sua instituição de ensino de maneira a não perder mais alunos.

Vamos conhecer o PLI?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 − nove =