Qual a melhor data para o recebimento dos meus clientes?

Para evitar que o fluxo do caixa da sua empresa fique negativo, não existe outra opção: é preciso controlar o dinheiro que entra. E para isso tem que ficar atento se os clientes estão mesmo pagando em dia ou não. A melhor maneira para ampliar o escopo de pagamento dos clientes é escolhendo uma data de recebimento das parcelas que seja compatível com a data de pagamento das contas da empresa.

Calcular essa data depende muito de empresa para empresa – e, por isso, é recomendável sempre ter profissionais especializados cuidando do setor financeiro da empresa e que possam fazer uma estimativa realista da data padrão. Além disso, planejar um esquema estratégico a longo prazo para a obtenção de lucro ao invés de apenas pagar despesas é bastante importante para esse processo.

Fique alerta para alguns conceitos simples, porém indispensáveis, independente do tipo de empresa ou dos clientes.

PMP e PRP

O Prazo Médio de Pagamento, também conhecido como PMP, tem como objetivo mostrar quantos dias uma empresa paga em média os seus fornecedores e demais serviços para que funcione normalmente. Quanto maior for o PMP de uma empresa, melhor será para o caixa da companhia para ter uma faixa maior de tempo para o pagamento. Assim, não corre o risco de ter de se financiar por conta própria enquanto os clientes não pagam.

Por outro lado, existe o Prazo Médio de Recebimento, ou PRP, que é justamente a situação contrária: esse número diz respeito ao tempo médio em que você recebe pela venda de seu produto ou serviço. Logo, quanto menor for o PRP, melhor será para o balanço de caixa do seu negócio, pois é sinal de que o rendimento vem mais rápido do que a despesa. Se, por outro lado, o PMP for maior do que o PRP, há chances de você ter de sustentar o seu negócio por mais tempo.

Por exemplo, se o seu PMP é 9,40 dias (ou seja, se você tem em média nove dias para realizar o pagamento das contas da sua empresa), porém o seu PRP é 24,54 – isto é, os seus clientes pagam em média dentro de 24 dias, você irá precisar de dinheiro além do valor em caixa por cerca de 15 dias para manter o seu negócio em funcionamento.

Lógico, esse número é bastante simplificado e serve apenas para representação. Na maior parte das empresas de médio e grande porte existem cálculos bem mais complexos que entram na equação – e, para facilitar a sua vida, um sistema de automatização de mensalidades é mais do que recomendável. A partir do momento que você entende essa lógica na sua empresa, melhor você consegue definir uma data de recebimento que seja palpável com a realidade da sua companhia.

Por que não gerir melhor as mensalidades de seus clientes, automatizando o processo de recebimento e o relacionamento com os clientes?

Vem de PLI! 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 − cinco =