Mensalidade descomplicada: como fazer cobranças recorrentes

Gerenciar bem o caixa da sua empresa é a chave para um planejamento financeiro estratégico — mas você sabe que organizar manualmente todas as mensalidades recebidas no mês não é uma tarefa simples. Além da conciliação bancária ser passível de erros que obrigam você a recomeçar todos os cálculos, o processo toma um tempo que poderia ser melhor aplicado em outra tarefa.

 

>> Conciliação bancária simplificada: quer saber como?

 

O estresse não para por aí: quem faz cobranças recorrentes precisa lidar com a emissão das faturas, gerenciar os vencimentos, cobrar os atrasados e ainda gerar relatórios que permitam ter um panorama geral da saúde financeira do seu negócio. Então como gerir mensalidades de forma mais eficiente?

 

1. Planeje

O primeiro passo é planejar todas as datas de recebimento das suas mensalidades. O melhor método é usar como base as datas de saída de dinheiro, que devem estar devidamente documentadas. Planejando bem as datas de recebimento você consegue se organizar para, inclusive, oferecer descontos aos clientes que pagarem em dia. Dessa forma, no final, todo mundo sai ganhando.

 

2. Automatize

Depois que as datas estiverem planejadas, é hora de automatizar todo o processo de gestão. Deixar que uma plataforma faça automaticamente a emissão dos boletos, das segundas vias e a cobrança via SMS e E-mail dos clientes atrasados faz com que você economize até 90% do seu tempo e reduza em até 30% os custos com a tarefa. Excluir da sua lista de encargos as idas ao banco, a conciliação bancária manual e a cobrança recorrente — que, inclusive, pode desgastar seu relacionamento com o cliente — são alguns dos benefícios de automatizar a gestão.

 

>> Conheça o Pli, a ferramenta de GRATUITA de gestão de mensalidades

 

3. Atualize

De tempos em tempos, é muito importante que você confira se os dados cadastrais dos seus clientes continuam os mesmos. Garantir que eles estão recebendo as faturas e as demais informações que você envia é essencial para tentar evitar que você tenha problemas de inadimplência.

 

>> Três dicas infalíveis para reduzir a inadimplência na sua empresa

 

4. Acompanhe

Depois que tudo estiver planejado, automatizado e os clientes, atualizados, você só precisa acompanhar atentamente os indicativos da sua empresa. Para isso você pode criar relatórios mensais ou usar plataformas e softwares que disponibilizem em tempo real as informações mais importantes sobre a sua empresa, como o PLIPAG.

Pronto para ter mais controle e simplificar suas mensalidades? Faça uma conta gratuita.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze + dezesseis =