Conciliação bancária simplificada: quer saber como?

A conciliação bancária é indispensável para uma gestão financeira saudável em qualquer empresa, seja qual for o seu porte ou segmento, já que, sem ela, o controle financeiro é quase inexistente. É na conciliação que o empresário terá, em detalhes, informações sobre todas as transações ocorridas na empresa. Quem cobra mensalidades, está de olho principalmente nos recebimentos.

Apesar de ser vital para a organização financeira, a conciliação bancária pode ser um processo oneroso e altamente suscetível ao erro humano, tomando muito mais tempo do que deveria.

 

Mas o que é a conciliação bancária?

Um processo usado para conferir se o extrato bancário de uma determinada empresa corresponde à movimentação contábil dela. Atualmente, para que seja feita essa conciliação, é necessário que sejam planilhados todos os gastos e entradas diárias para serem confrontadas com o extrato da conta. Em relação aos recebíveis, é basicamente o processo de descobrir se o seu cliente já pagou ou não.

 

Conciliação bancária em pagamentos recorrentes

Para quem recebe volumes altos de pagamentos mensais, a conciliação pode se tornar uma grande inimiga da eficiência. Checar as entradas uma a uma, todos os meses, toma muito tempo e é motivo de estresse para muita gente. Por isso, se você cobra mensalidades, busque um sistema de gestão que deixe esses processos automáticos, forneça informações mais completas e traga mais controle sobre os recebimentos e atrasos.

Com o sistema do PLIPAG, além da conciliação automática entre boletos emitidos e pagamentos recebidos, você ainda cadastra a recorrência apenas uma vez e o sistema gera e envia as cobranças periodicamente.

Simplifica. Usa o PLI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro + dezesseis =